Veja também

Dicas da Conceito: Receitas fáceis e nutritivas

(Português do Brasil) Delicie-se com o sabor irresistível do nosso Filé Mignon ao Molho de Mostarda e Mel – uma combinação perfeita de suculência e um toque agridoce que vai encantar seu paladar!

Cuidados paliativos: oferecendo conforto e dignidade

(Português do Brasil) Os cuidados paliativos são essenciais para proporcionar conforto e dignidade a pacientes com doenças graves e em estágio avançado.

Incontinência urinária: entenda os tipos e saiba como tratar


A incontinência urinária é uma condição comum que afeta muitas pessoas e se caracteriza pela perda involuntária de urina. Embora possa ser desconfortável e embaraçosa, é uma condição tratável. Compreender os diferentes tipos de incontinência urinária é o primeiro passo para buscar um tratamento eficaz.

Existem vários tipos de incontinência urinária. A incontinência de esforço ocorre quando há vazamento de urina durante atividades que aumentam a pressão abdominal, como tossir, espirrar, rir, levantar pesos ou fazer exercícios. Isso é geralmente causado pelo enfraquecimento dos músculos pélvicos, parto, cirurgia pélvica ou alterações hormonais durante a menopausa.

A incontinência de urgência é caracterizada por uma súbita e intensa necessidade de urinar, seguida de perda involuntária de urina. Isso pode ser causado por contrações involuntárias da bexiga, infecções do trato urinário, doenças neurológicas como Parkinson ou Alzheimer, e irritantes alimentares.

A incontinência mista combina os sintomas de incontinência de esforço e de urgência e envolve uma mistura dos fatores causadores de ambos os tipos. A incontinência por transbordamento ocorre quando a bexiga não esvazia completamente, causando vazamentos frequentes ou contínuos de pequenas quantidades de urina. Isso pode ser causado por obstrução da bexiga, danos nos nervos (como no diabetes ou esclerose múltipla) ou fraqueza muscular. A incontinência funcional ocorre quando há incapacidade de chegar ao banheiro a tempo devido a limitações físicas ou mentais, como mobilidade reduzida, artrite, demência ou barreiras ambientais.

O tratamento da incontinência urinária depende do tipo e da gravidade da condição, bem como das causas subjacentes. As opções de tratamento incluem mudanças no estilo de vida, como controlar a ingestão de líquidos, evitando bebidas cafeinadas e alcoólicas que podem irritar a bexiga, perda de peso para reduzir a pressão sobre a bexiga e exercícios do assoalho pélvico (Kegel) para fortalecer os músculos pélvicos.

Terapias comportamentais como o treinamento da bexiga, que estabelece um cronograma para urinar e gradualmente aumenta o intervalo entre as idas ao banheiro, e o biofeedback, uma técnica que ajuda a aumentar a consciência dos sinais corporais, permitindo um melhor controle sobre a bexiga, também são eficazes.

Medicamentos como anticolinérgicos, usados para tratar incontinência de urgência ao diminuir as contrações involuntárias da bexiga, e estrogênio tópico, aplicado na área vaginal para ajudar a melhorar a função uretral em mulheres na menopausa, podem ser prescritos.

Dispositivos médicos, como pessários, que são inseridos na vagina para ajudar a sustentar a bexiga em mulheres, e cateteres, usados para drenar a urina da bexiga em casos de incontinência por transbordamento, também são opções viáveis.

Intervenções cirúrgicas, como a suspensão do colo da bexiga, que ajuda a fornecer suporte adicional ao pescoço da bexiga e à uretra, e o esfíncter urinário artificial, um dispositivo implantado que controla a liberação de urina, são considerações para casos mais graves.

Tratamentos minimamente invasivos, como injeções de agentes de volume, substâncias injetadas ao redor da uretra para ajudar a fechar a bexiga, também podem ser eficazes.

A incontinência urinária, embora desafiadora, pode ser gerenciada eficazmente com o tratamento adequado.

Consultar um profissional de saúde é crucial para obter um diagnóstico preciso e explorar as opções de tratamento mais adequadas para cada caso. Com a abordagem correta, é possível melhorar significativamente a qualidade de vida e restaurar a confiança e o conforto no dia a dia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Campos obrigatórios são marcados*.







Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo